#NovembroAzul

#NovembroAzul

CUIDADO!

NEM TODO PRODUTO DIET OU LIGHT PODE SER CONSUMIDO POR DIABÉTICOS. PRESTE ATENÇÃO NOS RÓTULOS E VERIFIQUE SE, DE FATO, O PRODUTO NÃO CONTÉM AÇÚCAR OU GORDURA EM EXCESSO.

27 de dez de 2009

Vinho Diet?!

Não bastasse a sidra, percebi que algo conspira contra mim e está me oferecendo "soluções" para não cair em tentação com relação ao consumo de espumantes (é a bebida que mais gosto). Depois de ter comprado a Sidra Zero, li uma reportagem sobre as ceias de natal e ano novo onde eram citados vinho sem álcool e vinho sem açúcar. Fiquei curiosa e fui pesquisar.


Achei esse vinho, La Dorni, nacional, produzido por uma vinícola no Rio Grande do Sul (Sobrieta Bebidas Especiais), e fiquei sabendo que estão no mercado há mais de 06 anos. Sem álcool e sem açúcar, são produzidos o tinto seco e o branco seco. Mais informações no site: Diabetenet



Esse tipo de fermentado é elaborado a partir de uvas tintas bordô, sem cortes na sua elaboração, ou seja, nenhum outro tipo de uva é adicionado à composição do vinho. O La Dorni Tinto caracteriza-se pela coloração vermelho-rubi intenso, aroma marcante, sabor frutado delicado e paladar equilibrado e não contem teor alcoólico nem açúcar em sua composição. Temperatura ideal de consumo entre 8 e 12 graus. Disponível em garrafas de 720 e 365 ml.

Pela net, vi na Diniz Presentes, por R$ 22,50.

Onde encontrar:
Os vinhos sem álcool estão disponíveis em lojas como a Casa Santa Luzia , La Rioja, Empório Frei Caneca, em São Paulo; o Lidador, Mundo Verde, Castelo do Vinho, no Rio de Janeiro e em redes como Wal-Mart, Carrefour e Bom Preço, e em outros estados como Belo Horizonte, Curitiba, Brasília, Florianópolis, Porto Alegre, Salvador. Também podem ser encontrados em lojas de bebidas e livrarias e lojas católicas. (Sobrietà / Vinícola La Dorni do Brasil Ltda - telefone (11) 5077-2467 – contato@sobrieta.com.br ) / Site:  www.sobrieta.com.br


 

A Sobrietá também produz espumante sem álcool - R$ 18,00.
Kur é uma bebida gaseificada de suco composto de uva e maçã, exclusivo do Kurotel - Centro de Longevidade e Spa. O gaseificado Kur contém apenas 41,00 calorias para cada 100ml. Conteúdo: 660ml.








Também li uma matéria sobre uma vinícola americana (Chateau Thomas) de Indiana que lançou, em 2008, os vinhos Slender (que significa Delgado): um vinho naturalmente adoçado e livre de açúcar, gorduras e carboidratos, especialmente desenvolvidos para diabéticos. Esse ainda não está sendo vendido no Brasil, o que é uma pena.
Fonte:  Revista Adega.



Sidra Cereser Zero

Eu nunca provei e confesso que a única coisa parecida que conhecia era cerveja sem álcool e aquelas sidras da cereser, que, em minha casa, compramos para as crianças no Natal. Essa semana, de folga em Campo Mourão/PR, me deparei com a Sidra Cereser Zero. É isso mesmo: sem álcool e sem açúcar!!! 




Sidra Cereser Diet sem Álcool
Sem álcool e sem açúcar, a versão Diet é recomendada para pessoas com restrição ao consumo de açúcar, como os diabéticos.
Cada porção de 200 ml (1 copo) contém 0 Kcal e 1g de carboidratos. Contém Fenilalanina. Conteúdo 660ml (vidro). Sidra nacional.

Preço: entre R$ 3,50 e R$ 4,80.


Na net descobri essa outra: Sidra Valenciana Diet Sem Álcool. Refrigerante de maçã dietético - 0kcal. Conteúdo 660ml, vidro. Sidra Nacional. 



Confesso que olho essas coisas com desconfiança. Que graça deve ter saborear uma taça de sidra quando meu paladar já se acostumou com os espumantes de verdade? Com aquelas bolhinhas estourando na ponta do nariz, aquele sabor inconfudível de festa... Como não sou preconceituosa resolvi comprar uma para experimentar no Ano Novo, e, é claro, vou dividir com as crianças.


Monte seu drink Zero:


- 1/2 copo (100ml) de cereser zero
- 1/4 copo (50ml) de água de coco
- 06 morangos
- 1/2 maçã
- gelo


Preparo:
Bata os ingredientes no liquidificador e coe.
  
*A receita da bebida peguei do site da Cereser


 

26 de dez de 2009

Pizza Semi Pronta Focaccia 7 Graos WICKBOLD

Eu não conhecia, mas hoje, xeretando no mercado Supermuffato, em Campo Mourão/PR, achei essa massa de pizza da Wickbold. Ainda não provei, mas a cara tá ótima. Na net, encontrei uma receita com ela no blog A sustentável leveza do ser. Pela foto, parece apetitosa (se não for apetitosa, ao menos é leve e light).



 

Pizza de abobrinha (massa)

Essa eu ainda não provei, mas quem fez disse que é muito boa. Embora não deixe de ser carboidrato, é muito leve e pode muito bem ser consumida por pessoas doces, desde que sem exagero, como sempre. Basta caprichar no recheio (significa usar ingredientes saudáveis e próprios para diabéticos) e se deleitar. Então... deleite-se!


Esta receita foi retirada do site Mais Você - Ana Maria Braga.

Ingredientes: (massa)

3 abobrinhas médias raladas
2 colheres (chá) de sal
1 ovo
1 xícara (chá) de queijo parmesão ralado
2 colheres (sopa) de farinha de trigo (pode ser usada a farinha integral ou farinha de aveia)
1 colher (chá) de orégano desidratado


Recheio:
1 cenoura ralada e temperada com sal e pimenta-do-reino
1 xícara (chá) de azeitonas pretas sem caroço e picadas
3 tomates sem pele e sem sementes cortados em fatias
orégano desidratado
azeite a gosto
100 g queijo mussarela de búfala fatiada
100 g de queijo mussarela fatiado


Preparo:
Numa tigela coloque as abobrinhas raladas, tempere com sal e deixe descansar por 15 minutos. Num pano limpo, coloque as abobrinhas raladas e esprema até retirar todo o líquido (despreze o líquido). Transfira a abobrinha ralada e espremida para uma tigela e misture ovo, queijo parmesão ralado, farinha de trigo e orégano desidratado. Amasse bem com as mãos fazendo uma massa bem compacta. Numa fôrma de pizza, virada de ponta cabeça e untada com azeite, coloque a massa e abra com o auxílio das mãos (ou as costas de uma colher). Leve ao forno pré-aquecido a 250ºC por 15 minutos. Com o auxílio de uma outra fôrma (untada com azeite), vire a massa e leve ao forno novamente a 250ºC por 15 minutos para assar do outro lado. Retire a pizza do forno, cubra com uma camada de cenoura ralada e temperada com sal e pimenta-do-reino moída, depois uma camada de azeitonas pretas sem caroço e picadas, distribua os tomates sem pele e sem sementes cortados em fatias, orégano desidratado e azeite a gosto. Disponha queijo mussarela de búfala fatiada e cubra com queijo mussarela fatiado. Leve novamente ao forno quente, por mais 10 minutos. Retire e sirva.


Dica: 
tem quem goste de usar a abobrinha como cobertura da pizza, em rodelas bem finas, passadas no azeite e alho,  junto com mussarela. Nunca provei, afinal, antes de ser extremamente doce, eu fugia dessas coisas naturebas, mas vi essa outra receitinha no blog "A sustentavel leveza de ser" e me pareceu apetitosa.



E por falar em massa de pizza, eu não conhecia essa massa da wickbold. Hoje vi num mercado, em Campo Mourão (SuperMuffato) e comprei. A cara é ótima, vamos ver se é boa. Vou provar e depois conto.




22 de dez de 2009

Sensações doces - Zero Açúcar

Para quem não conhece, Sensações Doces é uma franquia especializada em bolos. Você nem precisa encomendar, basta ir até uma das lojas e escolher o sabor. No máximo em 30 minutos você sai de lá com o bolo nas mãos. Gente, é tudo de bom. Deliciosos, todos os sabores, e são muitos. Tem para todo gosto, inclusive para os diabéticos. Não sei se o preço é idêntico em todos os franqueados, mas em minha cidade o quilo do zero açúcar sai por R$ 35,00 e o de nozes e damasco deve ser um pouco mais caro, uns R$ 40,00. Já provei o de salada de frutas, morango e alpino. É  prá comer rezando!












21 de dez de 2009

Bolo salgado integral

A receita original não é integral, mas estou tentando adaptar alguns ingredientes nas minhas receitas normais para deixá-las com um pouco mais de fibras. Essa é uma receita simples e prática, boa para aquelas horas que não se tem tempo para nada.


Ingredientes:

08 colheres de farinha de trigo integral
04 colheres de farela de trigo
04 colheres de farinha de linhaça ou a linhaça inteira
03 ovos
01 xícara de leite desnatado
1/2 xícara de óleo (soja, milho, girassol, etc.)
02 colheres de fermento em pó
01 colher de bicarbonato


Recheio:
200 gramas de peito de peru em pequenos pedaços
200 gramas de queijo mussarela (frescal, mussarela, prato, etc)
02 tomates em cubos pequenos

azeitonas pretas e/ou verdes
cheiro verde
orégano
sal
azeite



Preparo:

Misture os ingredientes da  massa em uma tigela ou bacia (dá até pra misturar com a mão) e à parte misture os ingredientes do recheio, temperando-os com sal, azeite, orégano, cheiro verde, etc. Agregar o recheio a massa e colocar em forma untada e enfarinhada. Assar em forno baixo (180o), por cerca de 30 a 40 minutos.


Dicas:
Este é apenas um tipo de recheio, mas podem ser usados diversos ingredientes como frango, atum, presunto e queijo, palmito, etc. Tenho uma amiga que chama esse bolo de "torta de tempero", pois ela coloca apenas tomate, cebola e cheiro verde.

Use a imaginação no recheio. Tem farinha de banana verde, amaranto em flocos, quinua em flocos, aveia, etc.



6 de dez de 2009

Revista Saúde - Especial Diabetes

A revista Saúde sempre traz boas informações sobre diabetes e quem quiser saber mais um pouquinho sobre a doença e não é assinante da revista, pode acessar o site e aproveitar o caderno especial sobre o tema: o que é, causas e complicações, tratamento, e até  ilustração animada de como age a doença.Também tem receitas e 15 dicas para ajudar a reduzir o açúcar da dieta no dia-a-dia. É só clicar e aprender: saude.abril


Chocolovers

Huuummmmm!!! Eu sou chocólatra sim. Mesmo me tornando uma "pessoa doce", não consigo abandonar meu chocovício. Então, para compensar o fato de que não posso mais comer uma super barra ao menos umas cinco vezes por semana, comecei a provar os chocolates diets, e, confesso, me surpreendi. Não são barras gordurosas e insossas, ao contrário, alguns são quase idênticos e, para quem não tem outra alternativa, é só aproveitar. Mas calma, lembre-se que o chocolate diet, embora não contenha açúcar, tem uma quantidade maior de gordura, portanto, cuidado no consumo.
  
Pan (Ao leite, castanha ou avelã), Cacau Show (Ao leite ou castanha), Gold (Ao leite e castanha de caju).



Nestlé

Tablete Classic Zero  Ao leite e Meio Amargo
Zero Açúcares, 0% lactose, 50% de cacau, apenas 94 kcal. Sua dose diária do delicioso chocolate Nestlé.
E tem a barra de 1kg de chocolate diet ao leite.



 


Alpino Diet

É o sabor incomparável dos Alpes especialmente criado para quem não pode consumir açúcar. Contém sacarose, frutose, a glicose natural do Cacau e a lactose natural do leite.







Kopenhagen

A Linha Finesse foi especialmente desenvolvida para atender a necessidades especiais. Elaborada totalmente sem açúcar, mas mantendo a cremosidade e sabor característicos dos chocolates Kopenhagen, é uma alternativa muito saudável de consumo. Já provei todos, são muuito bons.



Na net descobri a  premiere chocolates e nas americanas.com tem um alemão, Frankonia, que, segundo informam é a fábrica de chocolates finos mais especializada no segmento diet. Esse eu vou provar!


 


30 de nov de 2009

Estou sem tempo, mas não esqueci das "pessoas doces". Ainda essa semana posto outros produtos diet e receitas. Testei bolo integral e torta de liquidificador integral. Boooooom d+!


26 de nov de 2009

Barra de Cereal Diet (0 açúcar)

Descobri mais uma barrinha de cereais zero açúcar: linea sucralose



Os sabores são: avelã, castanha e chocolate; morango e iogurte, banana com aveia e maçã com canela.

Eu ainda não achei para comprar, mas também tem barra de cereal diet (morango com iogurte) da trio alimentos



18 de nov de 2009

Patê de espinafre


 Sabe aquele dia que você inventa de limpar a geladeira e utilizar os alimentos que comprou e esqueceu de usar? Foi no improviso que criei esse patê de espinafre e ficou muito bom. Sempre fazemos aqui em casa. Além de tudo é saudável e diabéticos podem  comer. Anote a receita, faça e prove.

Ingredientes:

1/2 xícara de espinafre cozido
250 g de ricota sem sal ou queijo branco fresco
Sal a gosto
2 colheres de azeite
Alho (opcional)
Pimenta-do-reino branca (opcional)
Creme de leite light ou maionese light

Modo de preparar:
Cozinhe rapidamente o espinafre em um pouco de água já fervente
Esprema para tirar o excesso de água (reserve a água para o caso de precisar alterar a consistência do patê
Esfarele a ricota ou triture grosseiramente o queijo com um garfo ou faca
Bata todos os ingredientes, com exceção do creme de leite ou maionese, no liquidificador ou mixer,  até ficar uma pasta homogênea e um pouco espessa
Caso a massa fique muito espessa, coloque aos poucos (colheredas) a água de cozimento do espinafre,

Coloque a pasta em uma tigela e misture com algumas colheres de creme de leite ou maionese, dependendo da cremosidade que desejar
Dicas: 
As quantidades dos ingredientes podem variar, de acordo com o que se tem em casa.
Tanto com a ricota como com o queijo, o resultado é o mesmo.
Pode servir com torradas e até mesmo passar no pão.
O espinafre deve ser espremido após o cozimento porque o excesso de água começa a se separar da pasta e fica muito estranho e sem graça.
Eu ainda não tentei, mas acho que também fica bom se fizer com queijo cottage.
Iogurte ou coalhada também podem substituir o creme de leite ou maionese.


8 de nov de 2009

"Diabetes: Educar para prevenir".

Há pouco mais de 2 meses fui diagnosticada como portadora do Diabetes tipo 2.  Sempre imaginei que se esse dia chegasse eu cairia dura no mesmo instante, revoltada com o fato de não poder comer mais nada. Contrariando minhas previsões, a confirmação de minha "docilidade permanente" não me causou assombro e eu tenho conseguido encarar o tal "monstro que nada come" com muita tranquilidade.
Tive diabetes gestacional no último trimestre da gestação em 2002. Três meses após o parto minha glicemia estava sob controle novamente e seis meses depois estava tudo normal, inclusive meu apetite voraz por chocolate e guloseimas. Minha voracidade diante de um prato de macarrão, lasanha, lanches e mais lanches era impressionante. Sempre detestei hortaliças (afinal, não sou palmeirense) e sou sedentária de carteirinha. Assim, fiquei mais de cinco anos sem realizar qualquer controle glicêmico e com um "sobrepeso" de vinte quilos a mais do que eu deveria. Resultado: hoje sou diabética, mas tenho consciência de que posso conviver muito bem com a "Tia Betis", sem que ela me castigue.
Tenho conseguido driblar a taxa de glicose com a dieta alimentar e 1mg de metformina ao dia. Preciso mesmo é começar me exercitar, o que ainda é um problema pra mim.
Acredito que a dificuldade para entender a doença é a mesma para todos os que são diagnosticados como "pessoas doces". É muito difícil entender o funcionamento do diabetes (ou o mal funcionamento do pâncreas), conhecer os sintomas e como agir diante deles, e, principalmente, saber o que não se deve comer.
Por isso acho importante o tema da campanha do dia mundial do diabetes para o período 2009-2013 - "Diabetes: Educar para prevenir".
Tenho tentado fazer com que meu filho de 07 anos entenda o problema e passe a ter uma alimentação mais saudável, coisa com o que nunca me preocupei. Se eu tivesse tido a preocupação de conhecer a doença quando ela me alertou durante a gestação, acredito que não estaria tão doce hoje. Pesquiso, leio, converso com outros diabéticos, aprendo novas receitas, procuro por produtos que podem ser consumidos, enfim, me conscientizei, estou me educando e me prevenindo para não depender de insulina um dia.
Não desanime diante desse obstáculo. Brigue por sua vida, aprenda a se defender e deleite-se, afinal, o sol brilha pra todos.

*o post abaixo foi publicado no meu blog  Uma sereia...aposentada na semana em que me descobri "doce".


5 de nov de 2009

DIA MUNDIAL DO DIABETES



Dia Mundial do Diabetes

A campanha do Dia Mundial do Diabetes tem como tema central "Diabetes - Educar para prevenir".
O símbolo da campanah é um círculo azul. Nesta campanha, ele simboliza a união. A comunidade global de diabetes se juntou para dar apoio à Resolução das Nações Unidas sobre Diabetes.
O azul representa o céu e é a mesma cor da bandeira das Nações Unidas, que representa também a união entre os países. É a única entidade que pôde apelar aos governos de todos os lugares que era hora de reverter a epidemia global de diabetes, que ameaça o avanço econômico e que causa tanto sofrimento.
Em 2007 a IDF teve a idéia de iluminar de azul alguns monumentos de várias cidades  espalhadas pelo mundo. O sucesso da campanha foi tão grande que o Dia Azul se repetiu em 2008 e se repetirá em 2009.
Além de monumentos iluminados, também está disponível no site folder, panfleto e desenho para ser impresso em camisetas para quem se interessar.
Quem quiser participar pode colocar uma lâmpada em casa ou vestir-se de azul no dia 14/11. Há aqueles que colocarão uma bandeira azul em casa ou no carro.
Eu já estou providenciando minha camiseta e uma lâmpada. Também vou imprimir alguns folders e distribuir no meu trabalho e estabelecimentos que conheço. Participe você tamém. "Adoce essa idéia".


31 de out de 2009

Coalhada Seca

A coalhada seca nada mais é do que a coalhada fresca sem o soro e seu preparo também não tem segredo.



Ingredientes:
01 receita de coalhada fresca (receita no blog)
01 colher (sopa) de suco de limão                                                
sal a gosto
azeite a gosto
01 fralda de pano nova (ou 01 pano de trama fina)

Modo de preparo:
Coloque o pano sobre uma tigela funda e despeje sobre ele a coalhada fresca, já pronta. Amarre as 4 pontas do pano, fazendo uma trouxinha. Pendure a "trouxinha" na torneira da pia ou do tanque ou num recipiente alto (aqui em casa temos uma jarra plástica de uns 3l, e costumo amarrar o pano em sua alça) para que escorra o soro. Isso pode demorar de 4 a 6 horas, dependendo da consistência desejada. Quanto mais tempo, mais seca a massa. Retira a coalhada do pano, coloque em um tigela e tempera com sal, limão e azeite. Está pronta. Coma com pão sírio, torradas, crostata, etc.

Dicas:
Aqui em casa usamos em substituição ao requeijão, no café da manhã.

Coalhada fresca caseira

A coalhada é um alimento de elevado valor nutritivo e, portanto, muito saudável. Em minha casa não pode faltar. Meu café da manhã não é o mesmo sem ela. Misturo com granola,  farinha de linhaça,  farinha de banana verde, frutas, etc.

Não sei por qual razão, mas a maioria das pessoas acha que fazer coalhada em casa é um bicho de sete cabeças. Posso assegurar, é muito simples e fácil e não requer nenhum kit coalhada, como vemos por ai.


Então anote e deguste:

Ingredientes:

01 litro de leite (desnatado ou integral, depende da dieta)       
01 pote de iogurte natural desnatado (ou integral)

Preparo:
Ferva o leite e coloque em uma tigela de vidro para ir esfriando. Quando chegar a uma temperatura que você consiga colocar o dedo e contar até dez, sem se queimar, coloque o iogurte, mexa devagar e tampe (se a tigela não tiver tampa, coloque um prato sobre ela).
Cubra com uma toalha de mesa (ou outro pano) e deixe descansando, sem mexer ou destampar, de um dia pro outro (se fizer a noite) ou cerca de doze horas. Está pronta! Basta colocar na geladeira e degustar.

Dicas:
*Há quem misture 01 colher de sopa de leite em pó ao leite morno, antes de colocar o iogurte,  para que fique mais consistente. Aqui em casa eu não coloco e a consistência sempre fica boa.

*Outra dica, que aprendemos com um sírio: quando está muito calor, não é necessário colocar todo o pote de iogurte, basta 01 ou 02 colheres. Ele explicou que isso faz com que junte menos soro. No inverno, você aumenta a quantidade do iogurte.

*Para quem gosta de iogurte com sabor de frutas: quando for comer, misture à coalhada um pouquinho de suco em pó light, no sabor de sua preferência.

*Quando eu podia, comia com mel e gotinhas de limão. Agora que aboli o mel, coloco um envolope de adoçante em pó (sucralose é perfeito) e as mesmas gotinhas de limão. 


*Quando estiver acabando, você pode utilizar a própria coalhada como muda para fazer outra.

*Você pode colocar sal e pimenta do reino branca, e colocar sobre a salada.


Shake de gelatina

Essa receita eu achei no blog receitas da fantinha


Ingredientes:
01 pacote de gelatina diet (sabor de sua preferência)                     
01 pote de iogurte natural desnatado
01 banana pequena

Preparo:
Prepare a gelatina como indicado e coloque em uma tigela ou taças individuais. Quando estiver firme, bata 01 porção de gelatina com o iogurte e 01 banana pequena*


*o iogurte pode ser substituído por leite desnatado e não colocar fruta alguma.

*para dieta comr restrição de açúcar, podemos substituir por 1/2 banana e adicionar 01 colher de sopa de farinha de banana verde.

*não testei, mas acho que a banana pode ser substituida por uma outra fruta, de sua preferência.

Iogurte com gelatina

Huumm! Essa é refrescante, ótima para os dias quentes e para aplacar a vontade de doce. Já testei nos sabores de uva, tangerina, morango, framboesa e limão.

Ingredientes:
01 pacote de gelatina diet do sabor que preferir
01 pote de iogurte natural desnatado
06 gotas de adoçante (opcional)

Preparo:

Prepare a gelatina conforme indicado na embalagem e leve para gelar até quase endurecer. Bata no liquidificador com o iogurte, até ficar homogêneo. Coloque em uma tigela ou taças individuais e leve à geladeira para gelar.

Dicas:
Você pode misturar  pedaços de frutas ao creme antes de gelar ou bater 01 xícara de fruta juntamente com o iogurte e a gelatina.

25 de out de 2009

Huumm... é tempo de panetone

Com a proximidade do Natal, os mercados estão cheios de panetone. São diversas marcas e vários sabores. Além dos tradicionais panetone e chocotone, vemos recheio de goiabada, capuccino, floresta negra e outros.
Huumm!!! Ainda bem que não esqueceram dos produtos Diet e Light.
Considerada uma das melhores marcas de produtos dietéticos, a Lowçucar lançou o Panettone Lowçucar Zero Açúcar adoçado com Blenda - Sucralose. Já experimentei... é muito bom.



- Sem Adição e Açúcar
- Fermentação Natural
- 0% Gorduras trans
- Frutas Cristalizadas Sem Açúcar
- Adoçado com Blenda Sucralose


Preço mercado minha cidade: R$ 14,00
Preço internet: R$ 16 a 18,00

No site da Lowçucar você pode comprar os produtos on line: loja virtual lowcucar


A Village  também tem o Panetone e Chocotone Light sem adição de açúcar, vendido no Makro, Rede Pão de Açúcar e outros.   

Panettone de Frutas, com 25% menos calorias e sem adição de açúcar. Alto teor de fibras. Aprovado pela ANAD (Associação Nacional de Assistência aos Diabéticos).
500g








Gotas de chocolate sem açúcar e com 25% menos calorias. Alto teor de fibras. Aprovado pela ANAD (Associação Nacional de Assistência aos Diabéticos).
500g.





**Cuidado!! Nem todo produto light é produzido sem açúcar e, nesses casos não podem ser consumidos por diabéticos. Leia o rótulo sempre.

22 de out de 2009

Farinha de banana verde



A banana é um alimento completo, rico em carboidratos, vitaminas A e C e sais minerais.
Estudos indicam que o amido resistente, substância  encontrada na banana verde tem grande potencial para auxiliar na redução dos níveis de açúcar no sangue e, por isso, pode melhorar a qualidade de vida de quem tem diabetes.


Pesquisadores brasileiros desenvolveram a farinha de banana verde, alimento que pode ser utilizado em várias receitas culinárias, inclusive em substituição parcial da farinha de trigo ou consumida misturada no leite, sucos, comida, etc.
Comprei um pacote e há dez dias estou consumindo, ao menos no café da manhã, misturada ao iogurte. O sabor não interferiu em nada. Segundo alguns artigos que li, o ideal é consumir uma ou duas colheres de sopa por dia.
Como todos os outros produtos dietéticos, a farinha também tem um preço salgado, então, nada melhor do que testar a receita do produto feito em casa.



Receita de farinha de banana verde:

12 bananas verdes (de qualquer tipo) descascadas e cortadas em rodelas finas
Colocar no sol para secar, tomando o cuidado de separar uma rodela da outra (também pode ser feita no forno, deixando assar até secar bem e estiver esfarelando)
Bater no liquidificador, no modo pulsar.
Guardar em um pote com tampa.


Juntos pelo Diabetes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...