SER DOCE

Sou portadora de Diabetes Tipo 2. Quando a doença foi diagnosticada, meu maior medo era passar fome. Pensava que diabéticos não podiam comer nada além de alface, queijo branco e gelatina diet. Lembro-me das caretas da minha avó quando se deparava com queijo cottage no café da manhã. Porém, descobri que diabéticos também tem seu lugar ao sol na culinária e que existem muitos produtos especialmente desenvolvidos para nós. Caríssimos, é verdade, mas existem. Por isso resolvi fazer um blog com receitas e produtos direcionados aos diabéticos e outras pessoas que precisam de dietas com restrição de açúcar ou outros.

30 de jan de 2011

Pudim alemão diet

Antes de me tornar diabética, sempre fazia esse pudim, cuja receita encontrei na parte de culinária da revista Manequim - edição 467 de novembro/1998. Como não o fazia há quase dois anos, fiz  a receita normal para o povo aqui de casa e adaptei a receita, numa versão diet. O pudim é gostoso, mas a calda faz a diferença. Aprecie com moderação.

Ingredientes:
01 receita de leite condensado diet
01 vidro de leite de coco light
01 lata de creme de leite light
gelatina em pó sem sabor hidratada em 1/4 xícara de água fria e levada ao fogo baixo até dissolver

Calda de vinho:
01 xícara de frutose
1/2 xícara de água
01 xícara de vinho tinto seco ou suco de uva sem açúcar
cravo e canela a gosto

Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes do pudim no liquidificador. Despeje numa vasilha de vidro com capacidade para 1,5l e leve à geladeira até que fique firme.
Para a calda, leve ao fogo baixo a frutose, a água, o cravo e a canela durante uns 7 minutos, até obter uma calda grossa. Retire do fogo, junte o vinho ou o suco de uva sem açúcar e leve ao fogo novamente por cerca de 15 minutos, até obter uma calda média. Desenforme o pudim e sirva com a calda.

Dicas:
Dá pra misturar côco ralado sem açúcar ao pudim, antes de levar para geladeira.

A receita para os não diabéticos leva todos os ingredientes mencionados, mas na versão normal. Troca-se o leite condensado diet pelo comum e a frutose pelo açúcar. Mesmo quem não é diabético, não sentirá qualquer diferença nas duas versões.

Também dá para fazer uma calda de maracujá, substituindo o vinho pelo suco de maracujá concentrado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá. Obrigada por visitar o Diabetes & Deleites. Se quiser resposta ao seu comentário, por favor, deixe um email para contato ou utilize o formulário específico da página CONTATO. Um abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...