#NovembroAzul

#NovembroAzul

CUIDADO!

NEM TODO PRODUTO DIET OU LIGHT PODE SER CONSUMIDO POR DIABÉTICOS. PRESTE ATENÇÃO NOS RÓTULOS E VERIFIQUE SE, DE FATO, O PRODUTO NÃO CONTÉM AÇÚCAR OU GORDURA EM EXCESSO.

8 de nov de 2009

"Diabetes: Educar para prevenir".

Há pouco mais de 2 meses fui diagnosticada como portadora do Diabetes tipo 2.  Sempre imaginei que se esse dia chegasse eu cairia dura no mesmo instante, revoltada com o fato de não poder comer mais nada. Contrariando minhas previsões, a confirmação de minha "docilidade permanente" não me causou assombro e eu tenho conseguido encarar o tal "monstro que nada come" com muita tranquilidade.
Tive diabetes gestacional no último trimestre da gestação em 2002. Três meses após o parto minha glicemia estava sob controle novamente e seis meses depois estava tudo normal, inclusive meu apetite voraz por chocolate e guloseimas. Minha voracidade diante de um prato de macarrão, lasanha, lanches e mais lanches era impressionante. Sempre detestei hortaliças (afinal, não sou palmeirense) e sou sedentária de carteirinha. Assim, fiquei mais de cinco anos sem realizar qualquer controle glicêmico e com um "sobrepeso" de vinte quilos a mais do que eu deveria. Resultado: hoje sou diabética, mas tenho consciência de que posso conviver muito bem com a "Tia Betis", sem que ela me castigue.
Tenho conseguido driblar a taxa de glicose com a dieta alimentar e 1mg de metformina ao dia. Preciso mesmo é começar me exercitar, o que ainda é um problema pra mim.
Acredito que a dificuldade para entender a doença é a mesma para todos os que são diagnosticados como "pessoas doces". É muito difícil entender o funcionamento do diabetes (ou o mal funcionamento do pâncreas), conhecer os sintomas e como agir diante deles, e, principalmente, saber o que não se deve comer.
Por isso acho importante o tema da campanha do dia mundial do diabetes para o período 2009-2013 - "Diabetes: Educar para prevenir".
Tenho tentado fazer com que meu filho de 07 anos entenda o problema e passe a ter uma alimentação mais saudável, coisa com o que nunca me preocupei. Se eu tivesse tido a preocupação de conhecer a doença quando ela me alertou durante a gestação, acredito que não estaria tão doce hoje. Pesquiso, leio, converso com outros diabéticos, aprendo novas receitas, procuro por produtos que podem ser consumidos, enfim, me conscientizei, estou me educando e me prevenindo para não depender de insulina um dia.
Não desanime diante desse obstáculo. Brigue por sua vida, aprenda a se defender e deleite-se, afinal, o sol brilha pra todos.

*o post abaixo foi publicado no meu blog  Uma sereia...aposentada na semana em que me descobri "doce".


Um comentário:

  1. Gostei muito do seu blo, vou colocar um link no meu blog.É por meio da informação que combatemos o preconceito através da luta contra a ignorância.
    parabéns

    ResponderExcluir

Olá. Obrigada por visitar o Diabetes & Deleites. Se quiser resposta ao seu comentário, por favor, deixe um email para contato ou utilize o formulário específico da página contato. Um abraço.

Juntos pelo Diabetes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...